Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 07 de dezembro de 2016. Atualizado às 19h22.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

liga europa

Alterada em 07/12 às 20h25min

Tottenham vence em Wembley e assegura vaga no mata-mata da Liga Europa

Aliviando o peso da fraca campanha nesta Liga dos Campeões, o Tottenham enfim venceu a primeira no estádio de Wembley, nesta quarta-feira, e se garantiu na fase de mata-mata da Liga Europa. O time inglês derrotou o CSKA Moscou por 3 a 1 e ficou com a terceira colocação do Grupo E.
A primeira e a segunda posições já estavam definidas antes desta rodada final da fase de grupos. O Monaco, com 11 pontos, assegurou a ponta, mesmo com a derrota para o Bayer Leverkusen por 3 a 0. O time alemão ficou em segundo lugar, com 10 pontos. E o Tottenham, terminando em terceiro, tem 6. O CSKA, com apenas três, está eliminado das competições europeias da temporada.
Jogando em Wembley pela terceira vez nesta edição da Liga dos Campeões, o Tottenham deu mais um susto na torcida nesta quarta. Sem chances de avançar às oitavas na competição, o time londrino buscava ao menos a vitória nesta quarta para ir à Liga Europa. Mas o gol de Alan Dzagoev aos 33 minutos de jogo aumentou a desconfiança da torcida.
Mas a virada dos anfitriões veio antes do intervalo. Dele Alli buscou a igualdade ao balançar as redes aos 38. E Harry Kane decretou a reviravolta no placar aos 45. No segundo tempo, o Tottenham contou com ajuda do rival russo para anotar o terceiro e sacramentar o triunfo. Igor Akinfeev marcou contra aos 32.
No outro jogo da chave, o Bayer Leverkusen não teve maiores problemas para superar o Monaco, que contou com time misto. Vladlen Yurchenko abriu o placar aos 30. Julian Brandt anotou o segundo aos 3 minutos da segunda etapa.
O lateral brasileiro Wendell quase marcou o terceiro, mas desperdiçou cobrança de pênalti aos 37 minutos. Menos mal para os anfitriões que Morgan De Sanctis bateu contra as próprias redes logo em seguida, garantindo o 3 a 0 no placar.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia