Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 26 de dezembro de 2016. Atualizado às 10h31.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura

Alterada em 26/12 às 11h35min

Confiança do empresário do comércio gaúcho tem nova alta em dezembro

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio do Rio Grande do Sul (ICEC) voltou a crescer em dezembro, atingindo 96,3 pontos. Com o resultado, o índice apresentou elevação de 23,7% sobre o mesmo período do ano passado, dado que revela gradual redução do pessimismo do empresariado, de acordo com pesquisa divulgada nesta segunda-feira (26) pela Fecomércio-RS.
A percepção dos empresários em relação à situação atual (ICAEC), aos 60,3 pontos em dezembro, registrou elevação de 60,0% sobre o mesmo mês do ano passado, apresentando taxas de crescimento positivas em todos os âmbitos analisados (economia brasileira, comércio e a própria empresa).
Segundo a pesquisa, a mudança de governo refletiu em uma melhora continuada do indicador que mede as expectativas dos empresários (IEEC). O crescimento apurado em dezembro foi de 26,2% na comparação com o mesmo mês do ano passado, atingindo 142,1 pontos.
O índice que mede os investimentos (IIEC) apresentou variação positiva de 3,9% na comparação com dezembro/2015, alcançando 86,4 pontos. “A elevação da expectativa ainda é insuficiente para mudar os planos de investimentos das empresas do comércio”, salientou o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, em nota, lembrando ainda que o indicador ainda se encontra em patamar pessimista, abaixo de 100,0 pontos. Apesar disso, a pesquisa mostra melhora no dado que mede a intenção de contratação de funcionários, que registra alta pelo terceiro mês consecutivo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia