Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 23 de dezembro de 2016. Atualizado às 00h06.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Política Monetária

Notícia da edição impressa de 23/12/2016. Alterada em 22/12 às 21h51min

Projeção de alta do PIB em 2017 cai para 0,8%

Melhora na alta dos preços já é sentida pela população, diz Carvalho

Melhora na alta dos preços já é sentida pela população, diz Carvalho


BANCO CENTRAL DO BRASIL/DIVULGAÇÃO/JC
O Banco Central (BC) reduziu de 1,3% para 0,8% a expectativa para o crescimento da economia brasileira em 2017. A projeção está no Relatório Trimestral de Inflação de dezembro, divulgado nesta quinta-feira.
Para 2016, o BC diminuiu a projeção de inflação e, agora, prevê um índice de 6,5%, exatamente o teto da meta de inflação. No documento anterior, divulgado em setembro, a previsão era de 7,3%. A projeção de retração do PIB (Produto Interno Bruto) para este ano, que era de 3,3%, passou para um recuo maior, de 3,4%.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia