Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de dezembro de 2016. Atualizado às 23h30.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado de Capitais

Notícia da edição impressa de 22/12/2016. Alterada em 21/12 às 21h00min

Ibovespa registra oscilação, mas fecha sessão com alta de 0,11%

Em mais um dia de giro fraco, a Bovespa oscilou entre pequenos ganhos e perdas. Apesar de ter permanecido a maior parte do tempo no território negativo, passou a operar em leve alta perto do fim da sessão. Nova Iorque não serviu de guia, já que por lá os índices também rondaram a estabilidade, mas com a diferença de que estão nas suas máximas históricas. O destaque corporativo do dia foi a Braskem, que fechou um acordo global de leniência bilionário.
O Ibovespa terminou com alta de 0,11%, aos 57.646 pontos. O giro somou R$ 5,451 bilhões. Entre as blue chips, Petrobras (ON -0,54% e PN -0,07%) reduziu perdas após a companhia anunciar uma teleconferência. Vale (ON -0,38% e PN -0,73%) e bancos (Itaú PN -0,03% e Unibanco PN -0,84%) caíram.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia