Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de dezembro de 2016. Atualizado às 18h10.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 21/12 às 19h11min

Petróleo fecha em queda, pressionado por dado que aponta alta de estoques nos EUA

Os preços do petróleo recuaram na sessão desta quarta-feira (21), com os contratos futuros devolvendo os ganhos de mais cedo, após o Departamento de Energia dos EUA (DoE) surpreender o mercado ao revelar um aumento nos estoques nos EUA na semana passada.
Segundo o órgão, as reservas da commodity tiveram aumento de 2,256 milhões de barris na semana encerrada em 16 de dezembro, para 485,449 milhões de barris. O resultado contrariou a previsão dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal, de queda de 2,3 milhões de barris.
O dado conflitou com os números apresentados na terça-feira pelo American Petroleum Institute (API), que apontaram retração de 4,1 milhões de barris nos estoques na semana passada.
Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato para fevereiro do WTI fechou em queda de 1,51%, a US$ 52,49 por barril. O Brent para o mesmo mês fechou a US$ 54,46 por barril, em baixa de 1,60% na IntercontinentalExchange (ICE). 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia