Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de dezembro de 2016. Atualizado às 00h15.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Tributos

Notícia da edição impressa de 21/12/2016. Alterada em 21/12 às 01h14min

Arrecadação tem segunda alta seguida

No Rio Grande do Sul, impostos totais alcançaram R$ 4,75 bilhões, elevação de 6,8%

No Rio Grande do Sul, impostos totais alcançaram R$ 4,75 bilhões, elevação de 6,8%


JOÃO MATTOS/ARQUIVO/JC
A arrecadação federal somou R$ 102,2 bilhões em novembro, o que garantiu um leve crescimento real (retirado o efeito da inflação) de 0,11% em comparação com o mesmo mês de 2015, quando foi de
R$ 95,5 bilhões. Os dados foram divulgados pela Receita Federal ontem. No Rio Grande do Sul, as receitas totalizaram
R$ 4,751 bilhões, um acréscimo de 6,8% frente a novembro do ano passado.
Com esse resultado, a arrecadação teve o segundo mês consecutivo de crescimento. Em outubro, com o resultado de R$ 45 bilhões da repatriação, a arrecadação chegou a R$ 148,7 bilhões e cresceu 33,15% na comparação com o mesmo mês de 2015.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia