Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de dezembro de 2016. Atualizado às 09h30.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 15/12 às 10h34min

Ecos de um Fed mais agressivo nos EUA colocam dólar em alta no Brasil

A sinalização do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de que o ciclo de aperto monetário poderá ser mais agressivo - com três aumentos de juros por ano nos Estados Unidos até 2019 - coloca o dólar em alta nesta quinta-feira (15). Em segundo plano acaba ficando a notícia de que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou a admissibilidade de PEC da reforma da Previdência, num placar apertado de 31 votos a 20, o que é visto como positivo para o governo de Michel Temer.
Às 9h35min, o dólar à vista no balcão tinha alta de 0,72%, a R$ 3,3864. O dólar para janeiro tinha alta de 0,49%, a R$ 3,4005.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia