Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de dezembro de 2016. Atualizado às 16h05.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

empresas

Alterada em 14/12 às 17h09min

Gafisa completa últimas etapas para separação definitiva da subsidiária Tenda

A Gafisa completou nesta quarta-feira as últimas etapas para a separação definitiva da subsidiária Tenda. De acordo com fato relevante, a holding deve embolsar até R$ 319,5 milhões na operação. A negociação ainda estabeleceu um valor de mercado de R$ 539,0 milhões para a Tenda, o equivalente a 48% do seu patrimônio líquido ao fim do terceiro trimestre.
A Tenda possui 54 milhões de ações, dos quais 16,2 milhões (30%) foram vendidas para o fundo norte-americano de private equity Jaguar Real Estate pelo preço de R$ 8,13, gerando neste momento R$ 131,7 milhões para a Gafisa, conforme negócio anunciado hoje.
A conclusão da operação está sujeita à redução do capital social de Tenda, sem o cancelamento de ações, o que proporcionará a restituição de mais R$ 100,0 milhões à Gafisa. O montante será pago em duas parcelas de R$ 50 milhões com liquidação até a data de 31 de dezembro de 2018 e 31 de dezembro de 2019 corrigidos com base na taxa Selic.
"Com a conclusão da venda de ações de Tenda objeto do contrato firmado com Jaguar, uma vez atendidas todas as condições precedentes, a Gafisa deverá monetizar um montante total de, pelo menos, R$ 231,7 milhões", informa a administração da Gafisa no comunicado divulgado nesta quarta.
Outra etapa da operação envolve a distribuição de 27 milhões de ações (50%) das ações de Tenda para os acionistas da base de Gafisa. "Desta maneira, o acionista acaba por maximizar sua capacidade de geração de valor, em função de sua exposição à excelência operacional, reduzido nível de risco, consistente patamar de rentabilidade e ao plano de expansão e desenvolvimento de negócios da Tenda", afirma a administração.
Os acionistas da Gafisa ainda contam com a opção do exercício do direito de preferência, no mesmo preço por ação ofertado à Jaguar, sobre 50% das ações de Tenda hoje de propriedade de Gafisa. Caso os 20% adicionais à oferta apresentada por Jaguar sejam também alienados no contexto desta operação, a Gafisa receberá recursos adicionais de R$ 87,8 milhões, alcançando um valor global de R$ 319,5 milhões na operação.
"Ao longo dos últimos três anos, a companhia foi capaz de avançar com diversos passos relacionados à efetiva separação das estruturas administrativas de Gafisa e Tenda, de modo que ambas estivessem preparadas para dar seguimento a suas operações de maneira independente", descreve a administração da Gafisa no fato relevante.
"A conclusão da operação e a consequente entrada dos recursos dela provenientes contribui para o aperfeiçoamento da condição de liquidez e estrutura de capital da Gafisa", complementa.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia