Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de dezembro de 2016. Atualizado às 15h10.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 14/12 às 16h11min

Bolsas europeias fecham em queda antes da decisão de juros do Fed

Os principais índices acionários da Europa encerraram em queda nesta quarta-feira, influenciados pela tradicional cautela antes do comunicado de juros do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), que sai ainda nesta data no período da tarde. À espera da decisão, investidores também olharam para o noticiário corporativo regional. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou com recuo de 0,38%, aos 356,15 pontos, com a maior parte dos segmentos no vermelho.
Existe amplo consenso de que o BC irá elevar os juros dos fed funds em 0,25 ponto porcentual na reunião desta quarta. Ainda assim, agentes de mercado estarão atentos às projeções econômicas atualizadas da instituição, bem como à coletiva de imprensa da presidente Janet Yellen, atrás de possíveis sinalizações sobre o rumo da política monetária no país.
"Ficaria bastante surpreso em ver algo que não a alta de 25 pontos base", disse Simon Webber, gerente de fundos da Schroders. "Muito mais importante será o que eles disserem, em particular como eles veem a chegada de um novo presidente à Casa Branca e as políticas que ele pretende implementar."
Em Londres, o índice FTSE-100 fechou em baixa de 0,28%, aos 6.949,19 pontos, em uma sessão de baixo volume de negócios. O destaque do dia foi o desempenho da Dixons Carphone, que recuou 6,57% após a divulgação do balanço trimestral.
Já a alta do ouro beneficiou ações como o da Randgold, que subiu 4,27%. Já em Frankfurt, o DAX caiu 0,35%, aos 11.244,84 pontos. O bom resultado trimestral do Metro fez os seus papéis terem o melhor desempenho do dia, com alta de 1,29%.
Em Paris, o CAC-40 cedeu 0,72%, aos 4.769,24 pontos, com destaque para o desempenho da Sanofi, que recuou 2,61% após notícias de que a farmacêutica negocia a compra da suíça Actelion.
Em Milão, o FTSE-Mib fechou aos 18.606,32 pontos (-1,18%), na mínima do dia, pressionado pelas ações dos bancos repercutem a decisão da Moody's de cortar perspectiva do setor para negativa em 2017, citando problemas de capitalização de determinadas instituições.
Em Madri, o Ibex-35 caiu 1,21%, aos 9.218,40 pontos. Em Lisboa, o PSI-20 cedeu 1,07%, aos 4.599,24 pontos. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia