Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 14 de dezembro de 2016. Atualizado às 09h05.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 14/12 às 10h08min

Dólar perde força ante real e no exterior, com Fed no centro das atenções

O dólar mostra volatilidade, com investidores à espera da decisão de política monetária do Federal Reserve (17h de Brasília) nos Estados Unidos e a entrevista coletiva de sua presidente, Janet Yellen (17h30min de Brasília). O movimento se dá em linha com o enfraquecimento do dólar ante as principais rivais.
Aqui, o dólar à vista começou em alta, num movimento de realização de lucros, mas depois registrou várias mínimas, alinhado ao exterior, mesmo em meio à crise política envolvendo o governo Temer. A tramitação da reforma da Previdência está no radar.
Para esta quarta está prevista a votação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) sobre a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Previdência na Câmara (14 horas).
Às 9h36min, o dólar à vista no balcão subia 0,07%, a R$ 3,3286. O dólar para janeiro caía 0,28%, a R$ 3,3445. No exterior, o dólar caía a 115,08 ienes, de 115,14 ienes no fim da tarde de terça, enquanto o euro subia a US$ 1,0636, de US$ 1,0624 terça, e a libra recuava a US$ 1,2644, de US$ 1,2666.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia