Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 13 de dezembro de 2016. Atualizado às 14h15.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

negócios corporativos

Alterada em 13/12 às 15h15min

Norte-americana Marsh adquire AD Corretora de Seguros no Brasil

A norte-americana Marsh adquiriu a brasileira AD Corretora de Seguros. O anúncio do negócio, cujo valor e termos não foram revelados, será feito nesta terça-feira (13). A expectativa é de que a transação seja concluída ainda esse mês
O negócio representa para a Marsh um reforço no interior de São Paulo e ocorre após a concorrente Aon anunciar a aquisição da Admix, especializada em benefícios. Fundada em 1980, a AD tem foco em médias e pequenas empresas com experiência em setores como o sucroenergético e infraestrutura. Tem sede em Bauru e possui ainda escritórios em Ribeirão Preto, Araçatuba e São Paulo.
Em comunicado, o presidente global da Marsh, John Doyle, destaca que a aquisição da AD Corretora de Seguros reforça o compromisso da corretora em crescer na América Latina e, principalmente, no Brasil, atendendo as necessidades das empresas na região.
"A complementariedade da Marsh e da AD, tanto em negócios quanto em capacidades permitirá que as duas empresas entreguem alto valor agregado para seus clientes, tanto no conhecimento do setor quanto na colocação de seguros", acrescenta o Fundador & CEO da AD, Alberto Dabus, em nota.
A Marsh integra o grupo Marsh & McLennan Companies, com US$ 12 bilhões em venda anuais e 54 mil colaboradores em todo o mundo. Também fazem parte a Guy Carpenter, de resseguros, a Mercer, de benefícios e investimentos, e a Oliver Wyman, que faz consultoria e gestão.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia