Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 08 de dezembro de 2016. Atualizado às 00h33.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Indústria

Notícia da edição impressa de 08/12/2016. Alterada em 07/12 às 20h41min

Abimaq projeta queda de faturamento de 25% no ano

Vendas de máquinas e equipamentos devem atingir R$ 70 bi em 2016

Vendas de máquinas e equipamentos devem atingir R$ 70 bi em 2016


CLAITON DORNELLES/JC
Os fabricantes de bens de capital mecânicos deverão fechar 2016 com um faturamento da ordem de R$ 70 bilhões contra os R$ 87 bilhões registrados no ano passado, representando uma queda de cerca de 25%. A projeção foi feita ontem em Porto Alegre pelo vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq-RS), Hernane Cauduro, durante balanço do desempenho do setor neste ano e das perspectivas para 2017.
Em relação a 2013, quando teve início a queda nas vendas de bens de capital mecânicos do País, a retração de receita acumulada já atinge aproximadamente 40%. Segundo o dirigente, o Rio Grande do Sul é diretamente afetado pela queda de faturamento, porque participa com 16% do Produto Interno Bruto (PIB) do setor em nível nacional.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia