Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h55.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Roberto Brenol Andrade

Palavra do Leitor

Notícia da edição impressa de 16/12/2016. Alterada em 15/12 às 20h11min

Atelier Livre

O excelente texto Em busca de socorro: Atelier Livre Xico Stockinger corre o risco de ser extinto (caderno Panorama, Jornal do Comércio, 13/12/2016), da jornalista Michele Rolim, traz a público a história e a situação desta instituição pela qual passaram importantes artistas e que é aberta, por ser pública. Concurso para professores já! (Rachel Fontoura, Porto Alegre)
Giovani Feltes
O secretário Giovani Feltes (PMDB), da Fazenda, disse que ninguém se elege sem que receba recursos do caixa-2. É uma verdade. Conheço um candidato a vereador que tentou se eleger com uma campanha sem recursos, apelando para amigos, familiares e conhecidos. Não deu. Isso é o comum, mesmo dando o desconto de que, sem visibilidade, é mesmo muito difícil ser eleito. (Marcantonio de Paula, Porto Alegre)
Giovani Feltes II
Em relação à matéria Áudio do secretário da Fazenda de Sartori aponta uso de caixa-2 em campanhas (Jornal do Comércio, 15/12/2016), é triste, mas o mérito da fala está na sinceridade. (Leandro Schmitt, Campo Bom)
Corrupção
A prova de que a corrupção faz parte do famoso "jeitinho" brasileiro veio à tona com a descoberta de fraudes em cursos de mestrado e doutorado na Ufrgs. Pessoas receberam o diploma sem comparecer às aulas. Isso é uma vergonha, mas só atacam os políticos. E as fraudes chegaram a milhões de reais, com gente que tem curso superior... (Mário da Silva, Porto Alegre)
Delações
Antes, as delações e os "vazamentos" das denúncias eram "seletivos", porque pegavam, na maioria das vezes, pessoal do PT. Agora que sobrou para todo mundo, aí vale tudo, as delações são preciosas? Interessante essa seletividade quando interessa a um lado. Nada como um dia depois do outro. Cadeia para todos os corruptos, não interessa o partido. (Pedro Dias, Camaquã/RS)
Doação do IR
Há pelo menos três anos que desejo fazer doação dos 6% do meu Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) para o Fundo da Criança de Porto Alegre, mas não encontro algo fácil de entender e acabo não doando. Não poderiam ser mais claros, é mesmo na declaração do IRPF/2017 ou ainda agora em 2016? É antes ou depois de declarar o Imposto de Renda que se faz a doação? Por favor, expliquem bem. (Mauro de Freitas, Porto Alegre)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia