Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 30 de janeiro de 2017. Atualizado às 15h50.

Jornal do Comércio

JC Contabilidade

COMENTAR | CORRIGIR

Opinião

Notícia da edição impressa de 25/01/2017. Alterada em 24/01 às 21h55min

Inovar para enfrentar a crise

Charles Tessmann
A economia brasileira vem atravessando uma séria crise política, econômica e financeira, o que vem refletindo diretamente nos empresários. A falta de crédito bancário também tem atrapalhado bastante os gestores na sua luta diária pelo fluxo de caixa para permanecer com as contas em dia. Muitas demissões vêm acontecendo, rescisões de contrato entre empresas e fechamento de diversos negócios que até hoje eram modelo de sucesso. Cenário não muito motivador para os empreendedores, que tem que ser encarado como um desafio "divisor de águas".
Desistir, jogar a toalha, ficar conformado com a crise e ver a luta de anos se esvaindo para pagar rescisões, impostos e fornecedores? Pode ser uma alternativa para alguns, mas para outros não. De modo algum! Agora, mais do que nunca, precisamos fazer algo diferente, pois o modelo que estamos acostumados talvez não seja mais viável no século XXI.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia