Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 25 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h27.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Responsabilidade Social

Notícia da edição impressa de 26/12/2016. Alterada em 25/12 às 19h40min

A informática invade o campo

Nicole Feijó
Longe das aglomerações urbanas e centros industriais, o projeto Escolas Rurais usa a tecnologia para incentivar a permanência dos jovens nos campos. Com a intenção de combater a evasão rural, a iniciativa apoia-se em dados que comprovam uma realidade brasileira não muito distante: entre 2000 e 2010, dos dois milhões de pessoas que deixaram as zonas rurais, um milhão foram jovens, segundo o IBGE.
O projeto, que teve início em 2012, é do Comitê de Democratização da Informática de Santa Cataria (Cdisc) e acontece em escolas estaduais, municipais e instituições na região de Florianópolis. No início desde ano, estendeu sua atuação para o Rio Grande do Sul, na Escola Família Agrícola de Santa Cruz (Efasc) e Escola Família Agrícola do Vale do Sol (Efasol), instituições que unem o Ensino Médio e o técnico agrícola. O projeto visa o suporte à informática nas disciplinas e conteúdos que compõem o plano pedagógico das escolas.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia