Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 18 de dezembro de 2016. Atualizado às 20h30.

Jornal do Comércio

Empresas & Negócios

COMENTAR | CORRIGIR

Opinião

Notícia da edição impressa de 19/12/2016. Alterada em 18/12 às 21h28min

Crowdfunding para empréstimos: ótima opção, mas ainda pouco explorada

Vinicius Maximiliano Carneiro escritor e advogado de Propriedade Intelectual no Brasil para a Motion Picture Association (MPA), Associação de Defesa da Propriedade Intelectual (ADEPI) e União Brasileira de Vídeo (UBV) - divulgação arquivo pessoal

Vinicius Maximiliano Carneiro escritor e advogado de Propriedade Intelectual no Brasil para a Motion Picture Association (MPA), Associação de Defesa da Propriedade Intelectual (ADEPI) e União Brasileira de Vídeo (UBV) - divulgação arquivo pessoal


ARQUIVO PESSOAL/DIVULGAÇÃO/JC
Vinícius Carneiro
Segmento polêmico, porém, não mesmo promissor, está no financiamento coletivo de empréstimos diretos a pessoas, ou empresas para que quitem suas dívidas, alinhem seu fluxo de caixa ou simplesmente façam novos investimentos no negócio, sem a intermediação bancária ou dos agentes tradicionais.
Com a adesão em massa dos novos meios de análise de crédito e risco (credit score) de mercado, as análises de informações e de potencial de pagamento tornaram-se muito mais acessíveis. Além disso, as pessoas e empresas possuem acesso a um volume assustador de informação esclarecedora, de maneira que podem optar por buscar no mercado outras formas de financiamento de suas dívidas ou projetos sem terem que se curvar as exigências cada vez mais rígidas dos sistemas financeiros tradicionais.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia