Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 15 de dezembro de 2016. Atualizado às 21h55.

Jornal do Comércio

Automotor

COMENTAR | CORRIGIR

Lançamento

Notícia da edição impressa de 16/12/2016. Alterada em 15/12 às 20h00min

Cruze Sport6 renovado e equipado com motor turbinado

Painel ficou mais ergonômico e divide áreas do motorista e passageiro

Painel ficou mais ergonômico e divide áreas do motorista e passageiro


DIVULGAÇÃO/JC
O modelo se alinha com as evoluções tecnológicas e de estilo reveladas pelo "irmão maior". Nessa equiparação, seu comportamento dinâmico também se torna mais esportivo graças à introdução do propulsor Ecotec 1.4 turbo com injeção direta de combustível, comando variável e sistema stop-start de desligamento automático em paradas.
Arrojado, o design se notabiliza pela traseira alta e 217 milímetros mais curta do que a do sedã. Há ângulos pronunciados em toda a carroceria, inclusive nos para-choques, inspirados nos da versão "RS", vendida no mercado norte-americano.
Na porção superior da tampa do porta-malas vem instalado um aerofólio com terceira luz de freio incorporada. Na lateral predomina o teto arqueado, que conecta, de forma fluida, a dianteira e a traseira do carro.
A parte frontal do Cruze Sport6 segue a atual identidade estética global da Chevrolet. Faróis e grade superior são integrados, enquanto a entrada de ar é bipartida.
A esportividade acentuada também se expressa nas proporções do hatchback médio, que ficou ligeiramente menor, porém com maior distância entre-eixos. Com isso, sua "postura" é mais atlética e há, ainda, uma ampliação do espaço na cabine.
Para até cinco ocupantes, o interior enfatiza a interação com a tecnologia. A reformatação do painel e das portas, além da redistribuição dos consoles com porta-objetos, criou um ambiente mais ergonômico e aconchegante.
O motorista agora conta com direção elétrica, mais leve e precisa. Multifuncional, o volante é regulável em altura e profundidade. O quadro de instrumentos concentra os principais dados do veículo e computador de bordo de última geração, o qual possui a função "ECO", que auxilia o condutor a poupar combustível.
O novo painel também se notabiliza pelo acabamento mais refinado, com materiais macios ao toque. O revestimento dos bancos e dos painéis das portas foi igualmente revisto. Na versão LT, a cor predominante é o preto, na LTZ, o cinza.
O novo Cruze Sport6 sai de fábrica completo desde a versão mais acessível. Junto dos itens comuns a modelos dessa categoria, o hatch da Chevrolet oferece controles eletrônicos de tração e de estabilidade, frenagem de emergência, piloto automático, sistema de telemática OnStar, air bags frontais e laterais, assistente de partida em rampas, monitoramento da pressão dos pneus, câmera de ré, sensor de estacionamento traseiro, e central multimídia MyLink com Android Auto e Apple CarPlay.
Para fazer jus à proposta mais esportiva, o automóvel tem um acerto próprio da suspensão. Seu eixo traseiro, por exemplo, é 10% mais rígido do que o da versão sedã. Ajustes também foram realizados em molas e amortecedores.
O motor Ecotec 1.4 Turbo Flex rende até 153 cv de potência e 240,1 Nm de torque, conseguindo percorrer 11,3 km/l na cidade e 13,6 km/l na estrada quando abastecido de gasolina e, respectivamente, 7,6 km/l e 9,3 km/l com etanol. Na média, houve redução de 30% no consumo na comparação com o modelo anterior.
A transmissão, automática de seis marchas, é de terceira geração, igual a utilizada no Cruze norte-americano. Suave e ágil nas trocas, a caixa ainda permite mudanças manuais, porém sem aletas de volante, só por meio da alavanca do câmbio - uma falha grave para um veículo pretensamente esportivo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia