Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 23 de novembro de 2016. Atualizado às 23h53.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

operação lava jato

Notícia da edição impressa de 24/11/2016. Alterada em 23/11 às 21h54min

Executivos assinam acordos de delação

 Ao comentar o fato, Sergio Moro disse esperar que o Brasil sobreviva".

Ao comentar o fato, Sergio Moro disse esperar que o Brasil sobreviva".


Agência Brasil/JC
Executivos da construtora Odebrecht estão assinando desde a manhã de ontem os acordos de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR) para colaborar com as investigações da Operação Lava Jato. A delação do grupo é chamada de a "delação do fim do mundo", pois promete implodir o mundo político.
Recentemente, durante uma conversa com um interlocutor de Brasília, o sempre contido juiz  Recentemente, durante uma conversa com um interlocutor de Brasília, o sempre contido juiz Sergio Moro fez o seguinte comentário: "Pela extensão da colaboração, haverá turbulência grande. Espero que o Brasil sobreviva".
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia