Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 17 de novembro de 2016. Atualizado às 23h05.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

operação lava jato

Notícia da edição impressa de 18/11/2016. Alterada em 17/11 às 20h32min

Youssef deixa cadeia para cumprir prisão em casa

O doleiro Alberto Youssef saiu da prisão no começo da tarde desta quinta-feira. Ele cumprirá os últimos quatro meses de pena em regime domiciliar. Personagem central do esquema de desvios de dinheiro da Petrobras, Youssef ficou dois anos e oito meses preso na carceragem da Polícia Federal (PF) em Curitiba. O doleiro saiu do prédio da PF por volta das 13h30min e foi escoltado até a Justiça Federal. No local, colocou uma tornozeleira eletrônica e saiu por volta das 14h15min no carro do seu advogado. Youssef seguiu para São Paulo de carro.
Condenado a 121 anos e 11 meses de prisão em nove processos, o doleiro conseguiu a diminuição da pena para três anos após fechar um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF) em setembro de 2014. Porém, após o acordo ser revisto e homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em agosto de 2015, ficou decidido que Youssef poderia cumprir os últimos quatros meses em prisão domiciliar.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia