Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 28 de novembro de 2016. Atualizado às 21h43.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Notícia da edição impressa de 29/11/2016. Alterada em 28/11 às 17h35min

Trump diz que milhões votaram 'ilegalmente' nos democratas

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que "milhões de pessoas votaram ilegalmente" no pleito de 8 de novembro. Contrariando as pesquisas de intenção de voto, Trump venceu sua rival democrata, Hillary Clinton, por ampla vantagem no Colégio Eleitoral, sistema de voto indireto dos EUA. A ex-secretária de Estado, que reconheceu prontamente sua derrota, ficou mais de 2 milhões de votos à frente do republicano no voto popular.
"Além da minha vitória esmagadora no Colégio Eleitoral, eu ganhei no voto popular se você descontar as milhões de pessoas que votaram ilegalmente", afirmou Trump, domingo, em publicação no Twitter. Além disso, o magnata acusou a mídia norte-americana de evitar fazer coberturas sobre supostas "fraudes eleitorais sérias em Virgínia, New Hampshire e Califórnia", estados em que Hillary venceu.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia