Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 01 de novembro de 2016. Atualizado às 10h08.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Imigração

01/11/2016 - 11h01min. Alterada em 01/11 às 11h09min

Hollande diz que imigrantes não poderão mais entrar em Calais

O presidente da França, François Hollande, afirmou que imigrantes e refugiados não poderão mais entrar em Calais, após o campo que existia no local ter sido evacuado e desmontado pelas autoridades. As últimas barracas e tendas foram retiradas na noite de segunda-feira (31), após a evacuação de mais de 5 mil imigrantes e refugiados para abrigos temporários ao redor da França.
Em entrevista publicada nesta terça-feira (1) no jornal La Voix du Nord, Hollande afirmou que "prometo (aos residentes de Calais) que não haverá um novo campo no local".
O presidente francês também disse que mais de mil imigrantes e refugiados menores de idade, que estão em abrigos em contêineres em Calais, serão removidos dentro de alguns dias para "centros dedicados" nos quais as autoridades britânicas poderão estudar seus casos para asilo. Hollande ainda pediu que o Reino Unido "faça sua parte" e acolha as crianças imigrantes e refugiadas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia