Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 28 de novembro de 2016. Atualizado às 21h43.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Educação

Notícia da edição impressa de 29/11/2016. Alterada em 28/11 às 18h24min

Fies será reformulado e terá mais vagas em 2017

O ministro da Educação, Mendonça Filho, afirmou que pretende reformular e aumentar o número de vagas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Em 2017, o programa, que facilita o acesso ao Ensino Superior, deverá ir além das 225 mil vagas oferecidas neste ano, mas ainda não se sabe quantas exatamente serão disponibilizadas.
As mudanças no fundo devem contornar os problemas financeiros detectados pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Na sexta-feira passada, o TCU anunciou que pretende ouvir os ex-ministros da Fernando Haddad, Aloízio Mercadante e José Henrique Paim Fernandes, todos da Educação, a respeito das gestões anteriores, de 2005 a 2015. Segundo o tribunal, a gestão e a expansão do fundo entre 2010 e 2015 não evitaram riscos nem corrigiram desvios que podem levar à insustentabilidade do Fies. A análise feita pelo tribunal aponta que, em 2013 e 2014, os valores previstos nas propostas de orçamento enviadas ao Congresso Nacional estavam muito aquém do necessário para cobrir as despesas com as mensalidades dos estudantes.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia