Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 26 de novembro de 2016. Atualizado às 18h33.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

26/11/2016 - 19h28min. Alterada em 26/11 às 19h37min

Lisca fecha treinamento do Internacional e mantém dúvida na formação do ataque

Danilo Fernandes é a esperança dos colorados para seguir na Série A

Danilo Fernandes é a esperança dos colorados para seguir na Série A


RICARDO DUARTE/Inter/Divulgação/JC
O técnico Lisca fechou neste sábado o treinamento tático e não deu pistas da formação do Internacional para o duelo decisivo contra o Cruzeiro, neste domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 37.ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Na 17.ª colocação com 39 pontos, o time colorado pode ser rebaixado se não vencer a partida.
A principal dúvida na equipe titular é a presença do atacante Vitinho, que sente dores musculares. O jogador não conseguirá atuar os 90 minutos, por isso o treinador informou que ele pode começar a partida ou ser preservado para o decorrer da partida. Se optar pela segunda opção, o uruguaio Nico López deve assumir a vaga de titular.
Durante a semana, Lisca indicou que os meias Seijas e Alex devem começar entre os titulares e completar a formação ofensiva do meio de campo com Anderson. O Internacional deve entrar em campo com Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Geferson; Anselmo, Rodrigo Dourado, Seijas, Anderson e Alex; Nico López (Vitinho).
A última vaga na Série B está entre Internacional (17.º, com 39 pontos), Vitória (16.º, com 42) e Sport (15.º, com 43). América-MG, Santa Cruz e Figueirense já estão matematicamente rebaixados. Enquanto o time colorado enfrenta o Cruzeiro, o Vitória visitará o Coritiba na segunda-feira e o Sport vai encarar o América-MG, fora de casa, neste sábado, às 20 horas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia
Leia também
Com reforço de Pedro Rocha, reservas do Grêmio treinam para encarar o Santa Cruz
Enquanto os titulares do Grêmio treinaram neste sábado em Porto Alegre, os reservas viajaram para Recife e realizaram o último trabalho antes do duelo contra o Santa Cruz, no domingo, no estádio do Arruda, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O auxiliar técnico James Freitas comandou uma atividade no Centro de Treinamento do Náutico. Do time que começou a partida na vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-MG, no jogo de ida da decisão da Copa do Brasil, apenas o atacante Pedro Rocha estará em campo. Autor de dois gols no duelo do Mineirão, ele também foi expulso e não poderá disputar a partida de volta. Por isso viajou para a capital pernambucana. O restante da equipe deve ser a mesma que já defendeu o Grêmio na rodada passada do Brasileirão, quando o time derrotou o América-MG por 3 a 0. A provável escalação da equipe tricolor terá: Léo; Wallace Oliveira, Thyere, Wallace Reis e Iago. Guilherme Amorim, Kaio, Negueba, Bolaños e Pedro Rocha; Henrique Almeida. Em Porto Alegre, o elenco que se prepara para a decisão da Copa do Brasil realizou três atividades. A primeira, comandada pelo preparador físico Rogério Dias. Nas outras duas, o técnico Renato Gaúcho deu ênfase aos cruzamentos pelas laterais, lançamentos longos e depois às finalizações. A única novidade na escalação da equipe para o jogo de quarta-feira, na Arena Grêmio, deve ser a presença do atacante Everton no lugar de Pedro Rocha. Como venceu o jogo de ida por 3 a 1, o Grêmio pode até perder por 1 a 0 a volta que garante a taça da Copa do Brasil. Como na final não há a regra do gol fora de casa, uma derrota por 2 a 0 leva a decisão para os pênaltis.