Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 13 de novembro de 2016. Atualizado às 21h35.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Inter

Notícia da edição impressa de 14/11/2016. Alterada em 13/11 às 20h31min

Roth começa a definir time para enfrentar a Ponte

Após folga geral no domingo, o grupo de jogadores do Inter retoma os trabalhos na manhã de hoje, com foco total no confronto em casa contra a Ponte Preta, na próxima quinta-feira. A perspectiva é de que Celso Roth comece a definir o time titular para a partida, considerada decisiva para tirar o clube da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro.
A importância dada ao jogo dentro do Beira-Rio é tamanha que o treinador admite que, em caso de derrota, "não adianta fazer cálculo nenhum" para evitar a queda para a segunda divisão. "Se isso (derrota) acontecer, a coisa se encaminha de uma maneira clara para que tenhamos problemas futuros. Não temos outro objetivo que não seja a vitória", frisou.
No sábado, cerca de mil torcedores colorados demonstraram apoio ao clube, prestigiando o treino dos atletas no gramado principal. O gesto de carinho foi retribuído pelos jogadores, que aplaudiram a torcida ao final do trabalho. Duas ausências marcaram as atividades: Vitinho, que segue fazendo fisioterapia e é dúvida para quinta-feira, e Eduardo Sasha, que sofreu pancada na sexta-feira e faz trabalho especial para recuperar-se a tempo.
Ceará, lesionado, está fora do jogo e deve ser substituído por William. Outra dúvida envolve Valdívia, denunciado por simulação em pênalti que deu vitória ao Inter sobre o Coritiba, na 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O julgamento acontece na manhã de quinta-feira. Se condenado, Valdívia pode pegar até seis jogos de suspensão.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia