Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 06 de novembro de 2016. Atualizado às 20h56.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

Alterada em 06/11 às 21h56min

Chapecoense vence Figueirense por 1 a 0 e complica rival na luta contra a degola

Em clássico catarinense na Arena Condá, em Chapecó (SC), a Chapecoense levou a melhor e venceu o Figueirense por 1 a 0, com gol de Kempes, em partida válida pela 34ª rodada do Brasileirão. Com o tropeço, o time de Florianópolis permaneceu em 18º lugar, com 34 pontos, e dependerá de uma série de bons resultados em seus últimos quatro jogos para permanecer na primeira divisão no ano que vem. Por outro lado, a Chapecoense chegou aos 46 pontos, assumiu a décima posição e ficou muito próxima de livrar o risco de rebaixamento.
Em situação mais delicada no campeonato, o Figueirense incomodou no início de jogo em Chapecó. Ferrugem chegou por duas vezes com perigo e conseguiu assustar Danilo com um chute da direita, que passou perto da trave.
Aos 25 minutos, Marquinhos Pedroso chegou forte em Ananias, levou o segundo amarelo e foi expulso pelo carioca Wagner do Nascimento Magalhães. Com o cartão, o banco de reserva do Figueirense foi todo para cima do quarto árbitro, que teve que ser defendido pela Polícia Militar na confusão.
Com a bola rolando novamente, aos 28 minutos Rafael Moura mandou de cabeça no meio do gol, para defesa de Danilo. O goleiro salvaria os donos da casa dez minutos depois, com mais uma chegada de Ferrugem, que chutou no goleiro. Aos 39 veio a chance da Chapecoense. Hyoran recebeu de Tiaguinho e tentou uma cavadinha, mas Gatito estava esperto e defendeu.
Os dois times voltaram ligados para o segundo tempo. O Figueirense quase fez aos 4 minutos, com chute de Rafael Moura, em belo passe de Bady. Danilo espalmou. Após dois minutos, o garoto Hyoran chegou bem na frente da área e mandou de canhota uma bomba no travessão. O meia levou perigo novamente aos 21 minutos, com chute colocado que Gatito espalmou. Em lance parecido, aos 23, Hyoran chutou no canto esquerdo e o goleiro do Figueirense salvou, de novo.
A pressão da Chapecoense deu resultado aos 30 minutos, quando Kempes, que tinha entrado poucos minutos antes, aproveitou rebote para balançar as redes. Em seguida, o técnico Marquinhos Santos promoveu mudanças, mas as mesmas não foram suficientes para tirar a vitória dos donos da casa.
A Chapecoense volta a campo pelo Brasileirão no dia 16 contra o Botafogo, no Rio, em jogo marcado para às 19h30. No mesmo dia, a partir das 21h45, o Figueirense recebe em Florianópolis o Corinthians.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia