Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de novembro de 2016. Atualizado às 10h43.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Depois de alternar altas e baixas, Bovespa renova mínima abaixo dos 62 mil pontos

Depois de alternar altas e baixas, o Ibovespa acentuou as perdas na última meia hora e renovou a pontuação mínima aos 61.708,42 pontos (-0,45%) às 11h08min. A queda tem a contribuição de todas as blue chips. Mesmo a Petrobras, sensível aos preços do petróleo (agora em alta), perde valor hoje e renova mínimas.

Um profissional de renda variável alerta que o depoimento do ex-deputado federal Pedro Corrêa ao juiz Sergio Moro na quarta-feira, 23, compromete o partido de Michel Temer e também o PP, além do PT. Para o analista da Clear Corretora Raphael Figueredo, a notícia, entretanto, não é o preponderante neste momento. Dois fatores somados - giro baixo, causado pelo feriado nos EUA, e o dólar em alta - motiva a instabilidade do Ibovespa e alguma realização de lucro.

O ex-deputado federal Pedro Corrêa confirmou ao juiz federal Sérgio Moro, na quarta-feira que o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva "sabia" do esquema de arrecadação de recursos na Petrobras por partidos da base aliada, em especial o PT, PMDB e o PP. Ele foi ouvido em audiência tomada por discussões entre a defesa do petista e o magistrado, no processo em que o petista é réu pelo recebimento de R$ 3,7 milhões em propinas da OAS, no caso do apartamento tríplex do Guarujá (SP).

"Em 2006 eu fui procurar o presidente Lula para tratar de assunto financeiro, de dinheiro, de ajuda de campanha. E ele disse que nós não precisávamos de dinheiro porque estávamos muito bem atendidos financeiramente pelo senhor Paulo Roberto Costa (ex-diretor de Abastecimento da Petrobras), que ele sabia, porque o Paulinho dizia isso a ele. Ele foi muito claro, nessa posição", afirmou Corrêa.

A manhã é de poucos destaques no noticiário corporativo e pouco impacto das votações em Brasília e notícias políticas, segundo operadores ouvidos pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado. Como afirmou Figueredo, o principal vetor para a Bovespa nesta quinta é a ausência da maioria do investidor estrangeiro, visto que os mercados à vista de ações em Nova York estão fechados por causa do Thanksgiving, feriado nacional pelo dia de Ação de Graças.

Sobre o comportamento do dólar ante o real, o operador José Carlos Amado, da Spinelli Corretora, disse que a pequena liquidez com feriado nos EUA dá margem a oscilações, mas mercado opera sob cautela porque na sexta-feira os mercados nos EUA também fecham mais cedo, o que poderá restringir novamente os volumes de negócios globais.

No caso do câmbio no Brasil, a ausência do Banco Central (BC) e as dúvidas sobre como será a atuação da autoridade acerca dos vencimentos de swaps em janeiro também geram algum incômodo. Na renda fixa, as taxas ficaram praticamente inalteradas na última hora.

Às 11h12min, o Ibovespa caía 0,33% aos 61.777,69 pontos. A ON da Petrobras caía 0,79%, apesar de os contratos futuros de petróleo continuarem subindo. Sobre a petroleira, um operador de uma corretora observa que a notícia sobre o acordo da empresa com a justiça americana não chega a ser um "trigger" para o papel.

Em reunião realizada na quarta, o conselho de administração da Petrobras aprovou a celebração de acordos para encerrar 11 ações individuais propostas perante a Corte Federal de Nova Iorque. A estatal já havia celebrado acordos para encerrar outras quatro ações individuais propostas na mesma corte, como informado em 21 de outubro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia