Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 17 de novembro de 2016. Atualizado às 23h05.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Conjuntura

Notícia da edição impressa de 18/11/2016. Alterada em 17/11 às 23h53min

Previsão de déficit primário em 2017 é de R$ 144,771 bilhões

Mesmo com a leve melhora em relação ao quadro fiscal neste e no próximo ano, os analistas do mercado financeiro continuam apostando que o governo não irá cumprir a meta fiscal de 2017, que é de déficit de R$ 139 bilhões. As estimativas do Prisma Fiscal com mês de referência em outubro, divulgadas nesta quinta-feira pelo Ministério da Fazenda, mostram que os economistas ainda projetam resultado negativo de R$ 144,771 bilhões no ano que vem.
Este foi o terceiro mês seguido em que os analistas do mercado projetaram um rombo maior para o Governo Central (que reúne as contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) do que a meta para 2017. Nas previsões do último relatório - com mês de referência em setembro -, o déficit esperado era de R$ 145,387 bilhões.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia