Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 16 de novembro de 2016. Atualizado às 22h59.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

energia

Notícia da edição impressa de 17/11/2016. Alterada em 16/11 às 21h27min

Geradores não terão que pagar juros sobre dívida de risco hidrológico

Os geradores protegidos por liminares não terão que pagar juros sobre as dívidas relacionadas ao risco hidrológico. A decisão é da Aneel e beneficia a Energia Sustentável do Brasil (ESBR), dona da usina de Jirau, Furnas e os integrantes da Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Energia Elétrica (Apine).
As dívidas relacionadas ao risco hidrológico foram corrigidas pela Selic entre março e dezembro de 2015 e pagas na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) a partir de janeiro deste ano, após acordo de repactuação com o governo federal.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia