Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 16 de novembro de 2016. Atualizado às 11h29.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Crédito

16/11/2016 - 12h33min. Alterada em 16/11 às 12h33min

Recuperação de crédito cai 6,3% em outubro ante setembro

A quantidade de consumidores que deixou a lista de inadimplentes da Boa Vista SCPC caiu 6,3% em outubro na comparação com setembro, já descontados os efeitos sazonais. No confronto com o décimo mês de 2015, contudo, o indicador de recuperação de crédito subiu 1,8% e cresceu 3,4% no acumulado de 2016. Em 12 meses terminados em outubro, a alta apurada é de 2,4%.
Por região, a entidade constatou que o índice avançou em todas os locais pesquisados na comparação em 12 meses: Centro Oeste (5,9%), Nordeste (5,4%), Norte (5,3%), Sul (1,1%) e Sudeste (0,8%).
Os números reforçam, conforme a Boa Vista SCPC, que a média brasileira de recuperação de crédito tem permanecido praticamente estável nos valores acumulados em 12 meses. "Desta forma, o quadro de inadimplência na economia mantém-se inalterado, uma vez que fluxo de registros de consumidores inadimplentes realizado nos últimos meses tem sido relativamente baixo", avalia a nota.
O indicador de recuperação de crédito da Boa Vista SCPC é elaborado a partir da quantidade de exclusões dos registros de dívidas vencidas e não pagas informados anteriormente à Boa Vista pelas empresas credoras.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia