Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 16 de novembro de 2016. Atualizado às 08h19.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

16/11/2016 - 09h21min. Alterada em 16/11 às 09h21min

Petróleo cai, pressionado por realização de lucros e avanço nos estoques dos EUA

Os futuros de petróleo operam em baixa no começo da manhã (16), à medida que operadores embolsam lucros após os robustos ganhos da commodity na sessão anterior e pressionados pela última pesquisa do American Petroleum Institute (API) sobre estoques dos EUA.
Ontem, os contratos de petróleo saltaram mais de 5,5% em Londres e Nova Iorque, em meio a expectativas de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) ratificará um acordo preliminar para reduzir sua produção, em reunião de cúpula marcada para o próximo dia 30.
O otimismo de que a Opep seguirá em frente com o plano, anunciado em setembro, ajudou a sustentar os futuros durante parte da madrugada, mas o petróleo acabou cedendo a um movimento de realização de lucros no começo da manhã.
Outro fator que pressiona a commodity é o levantamento semanal da associação de refinarias conhecida como API. Segundo a entidade, os estoques de petróleo bruto dos EUA tiveram aumento de 3,7 milhões de barris na semana passada, enquanto os de destilados avançaram 3 milhões. Os de gasolina, por outro lado, registraram queda de 200 mil barris.
No começo da tarde, os investidores vão acompanhar a pesquisa oficial de estoques, do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) norte-americano. Analistas estimam que a sondagem do DoE mostrará que houve acréscimo de 1,1 milhão de barris no volume de petróleo bruto estocado nos EUA na última semana.
Às 8h03min (de Brasília), o petróleo tipo Brent para janeiro caía 0,45% na IntercontinentalExchange (ICE), a US$ 46,74 por barril, enquanto o WTI para dezembro recuava 0,70% na New York Mercantile Exchange (Nymex), a US$ 45,49 por barril.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia