Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 08 de novembro de 2016. Atualizado às 07h10.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Bolsa de Tóquio fecha estável, em clima de cautela antes de eleição nos EUA

A Bolsa de Tóquio fechou praticamente estável nesta terça-feira (8), em clima de cautela antes do resultado da eleição presidencial dos EUA.

O Nikkei, que reúne as ações mais negociadas na capital do Japão, teve queda marginal de 0,03%, encerrando o dia a 17.171,38 pontos. No pregão anterior, o índice mostrou valorização de 1,61%.

Apesar do sólido ganho do Nikkei ontem, há temores de que ocorram grandes mudanças nas políticas comerciais e econômicas dos EUA, independentemente de quem vencer a votação que ocorre hoje.

Na última sessão, o avanço do mercado japonês veio após notícias de que o FBI não encontrou novas evidências para processar a candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton, pelo uso de um servidor privado para o envio de e-mails na época em que era secretária de Estado.

De modo geral, os investidores preferem a vitória de Hillary, uma vez que seu adversário republicano, Donald Trump, é considerado muito imprevisível.

Entre as empresas negociadas em Tóquio, destacaram-se em baixa o grupo farmacêutico Ono Pharmaceutical (-5,1%) e a fabricante de alimentos Ajinomoto (-4%). No caso do Ono, seu lucro cresceu em ritmo mais lento no semestre até setembro. Já a Ajinomoto reduziu suas previsões de vendas e lucro para o ano fiscal que se encerra em março de 2017.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia