Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 08 de novembro de 2016. Atualizado às 10h27.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Relações Internacionais

Notícia da edição impressa de 08/11/2016. Alterada em 08/11 às 08h01min

Rodada de negócios aproxima gaúchos e alemães

Carolina Hickmann
Uma rodada de negócios realizada na tarde de ontem aproximou empresários gaúchos e alemães do estado da Renânia Palatinado, de economia diversificada e alto índice de exportações. O grupo, que é a quinta delegação do país a visitar o Rio Grande do Sul, busca prospectar clientes em potencial no Estado, além de intercambiar tecnologias e formar parcerias.
Ao todo, sete empresas alemãs e 18 gaúchas estiveram em contato no evento organizado pela Câmara Brasil-Alemanha. A proximidade entre os empresários foi apontada como diferencial pelo gerente de logística da gaúcha MPC Bioenergia do Brasil, Rodrigo Fagundes. "Não é sempre que conseguimos fazer um encontro no qual as empresas estão abertas a troca", aponta. A modalidade de rodada de negócios, para ele, facilita o entendimento entre as partes.
A MPC é especializada em energia renovável. Seu principal produto é a produção de energia a partir de casca de arroz. Com a participação no evento, a empresa difundir a biomassa a partir da casca de arroz. Dada a sua preocupação em manter-se ambientalmente correta, a empresa busca o know-how alemão. "Esperamos encontrar tecnologias ligadas ao renovável, que é um ponto forte dos alemães", comenta o diretor-técnico da empresa, Vitor Hartmann.
O meio ambiente é um dos aspectos que a delegação alemã mais valoriza. A Berger-Seidle, especializada em vernizes com baixo índice de poluentes, está no Estado a procura de parceiros para distribuição dos seus produtos. Outra empresa, a Haas GmbH, que atua na área de reciclagem de madeiras, com picadores e trituradores, participa do evento em busca de uma
joint-venture com foco na indústria cimenteira, empresas de reciclagem e descarte.
Estava previsto que as negociações se estenderiam até a tarde de hoje, no entanto, o grupo irá aproveitar a viagem para conhecer a Schumacher Industrial, empresa alemã instalada no Estado, que desenvolve peças para o segmento automotivo. Com isso, a rodada de hoje foi cancelada. À noite a delegação seguirá viagem para Curitiba, onde dará continuidade na busca por parcerias.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia