Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 17 de novembro de 2016. Atualizado às 21h55.

Jornal do Comércio

Viver

COMENTAR | CORRIGIR

cinema

Notícia da edição impressa de 18/11/2016. Alterada em 17/11 às 17h40min

Vida alucinante

Sophie Charlotte e Caio Blat no filme BR 716, de Domingos Oliveira

Sophie Charlotte e Caio Blat no filme BR 716, de Domingos Oliveira


DESIREE DO VALLE/DIVULGAÇÃO/JC
Vencedor do Festival de Gramado neste ano, entra em cartaz nas principais capitais do País o longa BR 716 (ou Barata Ribeiro, 716), com atuações de Caio Blat, Sophie Charlotte, Maria Ribeiro, Lívia de Bueno, Álamo Facó, Matheus Souza, Glauce Guima, Gabriel Antunes e Aleta Valente. O título é inspirado na história de vida do diretor, o dramaturgo carioca Domingos Oliveira (Infância, Primeiro Dia de um Ano Qualquer, Separações, Todo Mundo Tem Problemas Sexuais, As Duas Faces da Moeda, Todas as Mulheres do Mundo).
Na intensa boemia carioca no ano de 1963, o engenheiro e aspirante a escritor Felipe (Caio Blat) leva uma vida regada aos prazeres do álcool, em festas alucinantes realizadas num apartamento dado por seu pai, na famosa rua Barata Ribeiro, 716, em Copacabana. Lá, ele e seus amigos desfrutam de tudo que a liberdade pode oferecer, mesmo em meio a um momento político complicado. Enquanto se apaixonam e brigam no imóvel, o golpe militar está prestes a acontecer nas ruas.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia