Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 21 de novembro de 2016. Atualizado às 20h48.

Jornal do Comércio

Jornal da Lei

COMENTAR | CORRIGIR

Entrevista

Notícia da edição impressa de 22/11/2016. Alterada em 21/11 às 16h43min

Juizado organiza fórum de combate à violência nos estádios

Juizados do Torcedor e dos Grandes Eventos funcionam desde 2008

Juizados do Torcedor e dos Grandes Eventos funcionam desde 2008


CNJ/DIVULGAÇÃO/JC
Laura Franco, especial
O Juizado do Torcedor e dos Grandes Eventos iniciou sua atuação em estádios em 2008, através da extensão dos juizados especiais criminais do Fórum Central. No início, a audiência era feita no estádio, para aí então ser transferida para outros juizados. A partir de 2014, o juizado passou a ser um órgão jurisdicional centralizado, passando a receber todos os processos no estádio, atuando com juízes de plantão. O juiz Marco Aurélio Martins Xavier explica quais são as medidas que o órgão vem tomando e garante que as ações são baseadas em conscientizar e diminuir a violência nos estádios.
Jornal da Lei - Como atua o juizado do torcedor?
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia