Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 30 de novembro de 2016. Atualizado às 21h33.

Jornal do Comércio

JC Logística

CORRIGIR

privatização

Notícia da edição impressa de 01/12/2016. Alterada em 30/11 às 21h23min

Governo edita MP de concessões

Empresários queixam-se de falta de soluções para a metade da malha de rodovias

Empresários queixam-se de falta de soluções para a metade da malha de rodovias


ELZA FIÚZA/ABR/JC
Após dois meses de debate interno, o presidente Michel Temer assinou, na semana passada, a Medida Provisória (MP) das Concessões, que busca destravar investimentos em infraestrutura. O texto desagrada, em parte, às concessionárias. Três pontos foram particularmente mal recebidos, todos ligados à relicitação de projetos.
O que mais incomodou é o fato de a concessionária que devolve o projeto, por falta de recursos para finalizá-lo, fica no "escuro". Não sabe qual será o valor da indenização antes de oficializar a devolução, mas, depois de devolver, não pode voltar atrás. "Se não concordar com a indenização, pode até recorrer a um tribunal arbitral, mas aí a dor de cabeça já está contratada", disse uma fonte ligada uma das concessionárias que enfrenta problemas financeiros.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia