Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 21 de outubro de 2016. Atualizado às 18h25.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Operação Lava Jato

Notícia da edição impressa de 21/10/2016. Alterada em 21/10 às 19h26min

Eduardo Cunha contrata advogado que atuou em delações premiadas

O ex-presidente da Câmara e deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) contratou o advogado Marlus Arns, que atuou em acordos de delação premiada de empresários alvo da Operação Lava Jato. O peemedebista está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde a noite de quarta-feira. Ao deixar a sede da Federal na capital paranaense nesta quinta-feira, após visitar o deputado cassado, o criminalista afirmou que um acordo de delação premiada "não foi tema de conversa".
O advogado costurou acordos da delação dos executivos Dalton Avancini, Eduardo Leite e Paulo Augusto Santos, da Camargo Corrêa, e do empresário João Bernardi Filho. Marlus também fez a defesa técnica de Ivan Vernon, ex-assessor parlamentar do ex-deputado Pedro Corrêa (PP-PE), de Valério Neves, ligado ao ex-senador Gim Argello (PTB-DF), e de João Cláudio Genu, ex-assessor do PP. O advogado vai entrar com habeas corpus em favor de Cunha no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4).
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia