Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de outubro de 2016. Atualizado às 11h33.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Eleições 2016

Notícia da edição impressa de 05/10/2016. Alterada em 05/10 às 11h36min

Ex-petistas tiveram mais êxito em reeleição municipal

Os prefeitos que se elegeram em 2012 pelo PT e trocaram de partido para disputar a reeleição por outras siglas em 2016 tiveram quase 10 pontos percentuais a mais de sucesso do que os candidatos que tentaram a reeleição pelo PT. A informação vem de um cálculo sobre a base de candidatos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) das duas eleições municipais mais recentes.
Os dados mostram que, levando em conta todos os partidos, não há diferença significativa no desempenho eleitoral de candidatos à reeleição que trocaram de legenda de 2012 para cá em comparação com os que se mantiveram na sigla. Dos 699 que fizeram essa mudança, 47% foram eleitos. Já entre os 1.969 candidatos que não mudaram de sigla, a taxa de sucesso foi de 49%. Não entram nos cálculos os 22 candidatos que disputarão o segundo turno no fim deste mês.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia