Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 26 de outubro de 2016. Atualizado às 23h28.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

Artigo

Notícia da edição impressa de 27/10/2016. Alterada em 26/10 às 20h25min

Uma visão para Porto Alegre

Ricardo Antunes Sessegolo
Nossa entidade tem plena consciência de que o fortalecimento e crescimento da construção civil é decorrência de uma cidade melhor, com mais qualidade de vida, melhores espaços de convivência, mais desenvolvimento e melhor gestão. Respeitando esta diretriz, estamos encaminhando aos candidatos à prefeitura da Capital o documento "Uma Visão para a Porto Alegre do Futuro", resultado de sugestões de uma série de personalidades da vida da cidade, que em sua maioria não pertencem ao setor, incluindo publicitários, arquitetos, acadêmicos, empresários, profissionais liberais e formadores de opinião.
Foram identificados princípios gerais e condições básicas que devem orientar a vida da cidade, bem como projetos e iniciativas considerando três pautas: viver, desenvolver e gerir Porto Alegre, a que se somam outras de caráter permanente, como segurança pública, educação e saúde. Na pauta Viver Porto Alegre, o trabalho sugere ações como a viabilização de políticas urbanas através de Parcerias Público-Privadas (PPP), o ensino da cidadania nas escolas e a criação de circuitos temáticos como, por exemplo, a Noite dos Museus.
Na pauta Desenvolver Porto Alegre, é proposto o desenvolvimento de planos por área, integrados, identificando vocações, com foco em acessibilidade e instituição de políticas de estímulo a um ambiente pró-empreendedor. Finalmente, na pauta Gerir Porto Alegre, as sugestões incluem a identificação de indicadores oficiais para medir eficiência e avanços na gestão pública e a criação de programa de capacitação de gestores públicos.
A expectativa do Sinduscon-RS é que as propostas e sugestões contidas no documento venham a ser consideradas no programa de governo da futura administração e, mais que isto, ocorra o aprofundamento da análise das questões elencadas, num diálogo permanente ao longo da próxima gestão municipal.
Presidente do Sinduscon-RS
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia