Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 27 de outubro de 2016. Atualizado às 22h08.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Colômbia

Notícia da edição impressa de 28/10/2016. Alterada em 27/10 às 22h45min

Acordo de paz pode ser aprovado sem novo plebiscito, diz Santos

Antes de ter início a Cúpula Ibero-Americana, em Cartagena, o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, disse que o novo texto do acordo de paz, previsto para estar pronto até dezembro, pode ser aprovado sem que se realize um novo plebiscito. "Eu sigo sendo o presidente da República e tenho todas as faculdades constitucionais e legais para decidir como implantamos esse novo acordo", disse Santos na noite de quarta-feira.
Depois da derrota do último dia 2 de outubro, quando 6,4 milhões de eleitores disseram "não" ao acordo a que chegaram em Havana o governo e as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), a equipe do presidente vem tentando emendar o texto do documento para agradar as forças políticas que fizeram propaganda pela rejeição do trato.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia