Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de outubro de 2016. Atualizado às 21h05.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Filipinas

Alterada em 19/10 às 22h08min

Van da polícia filipina avança sobre manifestantes em protesto contra os EUA

Uma van da polícia das Filipinas avançou contra manifestantes que protestavam contra os EUA do lado de fora da embaixada americana em Manila, capital do país, nesta quarta-feira. A polícia também usou gás lacrimogêneo para dispersar cerca de 1.000 manifestantes. Ao menos três estudantes foram levados ao hospital.
O motorista do van, o policial Franklin Kho, disse a repórteres que ele não atingiu os manifestantes deliberadamente, mas que ele estava tentando se afastar deles porque eles estavam batendo no veículo com tacos de madeira e temia que iriam atingi-lo e atacar outros policiais. "Eles já estavam tentando apreender o veículo", disse Kho a repórteres.
Imagens de TV da Associated Press mostraram a van repetidamente passando por cima dos manifestantes, com o motorista dirigindo descontroladamente, depois que os manifestantes cercaram e começaram bater na van com bastões de madeira. Os manifestantes estavam pedindo a retirada das tropas americanas da ilha de Mindanao.
Durante os protestos, mais de 20 policiais ficaram feridos e ao menos 29 manifestantes foram presos. Um caminhão de bombeiros encharcou os manifestantes que praticavam desordem.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia