Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 13 de outubro de 2016. Atualizado às 23h47.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Nações Unidas

Notícia da edição impressa de 14/10/2016. Alterada em 13/10 às 23h36min

Guterres é confirmado secretário-geral da ONU

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) referendou, nesta quinta-feira, por aclamação, o ex-ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, António Guterres, para ser o próximo secretário-geral da ONU. A decisão foi a última etapa do processo de sucessão do atual secretário-geral, Ban Ki-moon, que deixará o cargo em 31 de dezembro deste ano.
Guterres, de 67 anos, ficará no cargo por cinco anos. Ele foi premiê de Portugal de 1995 a 2002, e chefiou o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, de junho de 2005 a dezembro de 2015. Com a decisão, a assembleia da ONU adota uma recomendação do Conselho de Segurança, que, em 6 de outubro, aprovou por unanimidade o nome de Guterres.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia