Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 07 de outubro de 2016. Atualizado às 00h03.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Nações Unidas

Notícia da edição impressa de 07/10/2016. Alterada em 06/10 às 23h53min

Guterres vai focar vítimas da pobreza e da injustiça

António Guterres, nomeado, nesta quinta-feira, para ser o próximo secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), disse que enfrentará "enormes desafios" e que espera ver unidade e consenso durante seu mandato na entidade. Ele elogiou o Conselho de Segurança da ONU pela rapidez e unidade ao aprovar seu nome por aclamação.
"Que tal fato seja simbólico para que, em unidade e com consenso, o Conselho de Segurança tenha a capacidade de tomar as decisões que o mundo moderno exige", disse Guterres, que foi premiê de Portugal (1995-2002) e serviu como alto comissário da ONU para os refugiados (2005-2015). Ele deve substituir Ban Ki-moon, porém seu nome ainda tem que ser aprovado pela Assembleia Geral do órgão. Guterres afirmou que seu foco será ajudar as vítimas da guerra, da pobreza e da injustiça.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia