Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 22 de outubro de 2016. Atualizado às 16h55.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

fórmula 1

22/10/2016 - 17h51min. Alterada em 22/10 às 17h55min

Hamilton supera Rosberg e fica com a pole do GP dos Estados Unidos

Hamilton mostrou que conhece bem a pista do Texas

Hamilton mostrou que conhece bem a pista do Texas


MARK THOMPSON/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/JC
Lewis Hamilton fez a sua parte para manter quente a briga pelo título do Mundial de Pilotos da Fórmula 1. Neste sábado, o tricampeão mundial assegurou a pole position para o GP dos Estados Unidos, com a marca de 1min34s999, enquanto o líder da temporada Nico Rosberg ficou com o segundo lugar, com 1min35s215. A largada da corrida será neste domingo, às 17 horas (horário de Brasília).
Tendo de economizar pneus, Felipe Massa conseguiu levar sua Williams até o Q3, a fase final da sessão de classificação, e ficou com o nono lugar do grid, logo atrás de seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas. Já Felipe Nasr sofreu novamente com o desempenho de sua Sauber e ficou no 21.º e penúltimo lugar.
Hamilton mostrou que conhece bem a pista do Texas, onde venceu três de quatro corridas disputadas, e cravou a melhor volta na história do circuito de Austin. No entanto, ele também vai precisar contar com a sorte para ficar com o título ao final do ano. Mesmo que o britânico vença todas as corridas, Rosberg pode ser campeão ao conquistar três segundos lugares e um terceiro.
O TREINO - Faltando 10 minutos para o final do Q1, os principais pilotos foram à pista com pneus supermacios. Hamilton cravou 1min36s296, a melhor volta do final de semana até então, à frente de Rosberg por 0s101. Com o trabalho bem feito, voltaram aos boxes para poupar o carro até o Q2.
Nasr fez o segundo pior tempo da primeira parte da sessão, a longínquos 2s287 do britânico tricampeão mundial, enquanto via seu companheiro de equipe, Marcus Ericson, assegurar uma vaga no Q2. Já Massa avançou em nono lugar, com desvantagem de 1s106 em relação ao líder.
Ao final da primeira parte, foram eliminados Romain Grosjean, Kevin Magnussen, Jenson Button, Pascal Wehrlein, Felipe Nasr e Ocon Esteban. Na parte de cima, os dez melhores foram Hamilton, Rosberg, Max Verstappen, Daniel Ricciardo, Nico Hulkenberg, Kimi Raikkonen, Sebastian Vettel, Sergio Perez, Massa e Bottas.
No Q2, os dois carros da Mercedes foram os primeiros na pista, com pneus macios, que serão usados na largada. Um leve deslize logo na primeira curva fez com que Hamilton ficasse atrás de Rosberg.
Em estratégia diferente, Ricciardo usou os supermacios e cravou 1min36s255. A previsão da Pirelli é de que o composto usado pelo australiano dure apenas seis voltas. Somente Rosberg, Hamilton e Verstappen optaram pelos macios para a largada.
Com supermacios, Felipe Massa fez apenas uma volta, finalizada após o limite do cronômetro, e cravou o décimo tempo (1min37s402), o limite para ir ao Q3. Foram eliminados Perez, Alonso, Kvyat, Gutierrez, Palmer e Ericsson.
Assim que a bandeira verde balançou para o Q3, Rosberg abriu sua volta rápida, seguido por Hamilton. No duelo da Mercedes, o britânico cravou 1min35s370 e assegurou a primeira posição com vantagem de 0s072 ao alemão, que teve um leve deslize na primeira curva. Ricciardo, Verstappen, Vettel e Raikkonen apareciam nas quatro posições seguintes, de meio a até mais de um segundo atrás das Mercedes.
A pouco menos de quatro minutos do final, os pilotos que brigam pelo título foram para a segunda tentativa no Q3. Já Hulkenberg, Massa, Sainz e Bottas, economizando pneus para a corrida, entraram para apenas uma volta rápida.
Na volta definitiva para a definição do grid de largada, Rosberg estava na frente na pista e baixou o tempo para 1min35s215. No entanto, Hamilton vinha em seguida pisando fundo e cravou 1min34s999, a volta mais rápida na história do Circuito das Américas, e assegurou a pole position.
Na sequência, Ricciardo se manteve no terceiro lugar, seguido por Verstappen. As Ferrari trocaram de lugar, com Raikkonen em quinto e Vettel em sexto. Nico Hulkenberg, Bottas, Massa e Carlos Sainz Jr. fecharam o Top 10 do treino de classificação.
Confira o grid de largada do GP dos Estados Unidos:
1º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 1min34s999
2º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min35s215
3º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), 1min35s509
4º - Max Verstappen (HOL/Red Bull), 1min35s747
5º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min36s131
6º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), 1min36s358
7º - Nico Hülkenberg (ALE/Force India), 1min36s628
8º - Valtteri Bottas (FIN/Williams), 1min37s116
9º - Felipe Massa (BRA/Williams), 1min37s269
10º - Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso), 1min37s326
11º - Sergio Pérez (MEX/Force India), 1min37s353
12º - Fernando Alonso (ESP/McLaren), 1min37s417
13º - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso), 1min37s480
14º - Esteban Gutierrez (MEX/Haas), 1min37s773
15º - Jolyon Palmer (ING/Renault), 1min37s935
16º - Marcus Ericsson (SUE/Sauber), 1min39s356
17º - Romain Grosjean (FRA/Haas), 1min38s308
18º - Kevin Magnussen (DIN/Renault), 1min38s317
19º - Jenson Button (ING/McLaren), 1min38s327
20º - Pascal Wehrlein (ALE/Manor), 1min38s548
21º - Felipe Nasr (BRA/Sauber), 1min38s583
22º - Esteban Ocon (FRA/Manor), 1min38s806
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia