Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 16 de outubro de 2016. Atualizado às 19h26.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

16/10/2016 - 18h42min. Alterada em 16/10 às 19h31min

Cruzeiro perde pênalti e fica no empate sem gols com a Chapecoense no Mineirão

Em jogo no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, Cruzeiro e Chapecoense ficaram no empate por 0 a 0, neste domingo, em duelo válido pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com a igualdade, a equipe celeste foi a 38 pontos e permaneceu na 12.ª colocação, ainda ameaçada pelo rebaixamento. O time catarinense chegou aos 42 pontos, na 10.ª colocação.
O Cruzeiro começou melhor a partida. Em cinco minutos, o time mineiro chegou três vezes com perigo. Aos 4, Lucas pegou sobra de uma jogada de lateral e mandou uma bomba na trave do adversário. Os visitantes responderam aos 6, com Kempes. O atacante arriscou da meia-lua, no cantinho, mas Rafael deu um tapa para evitar o gol dos visitantes.
Os donos da casa mantiveram o domínio do jogo e, aos 23 minutos, quase chegaram ao primeiro gol. Rafael Sóbis chutou forte, mas Gimenez desviou para salvar a Chapecoense. Aos 37, Ábila chegou bem, mas o goleiro Danilo saiu para tirar de soco. No rebote, Rafael Sóbis tentou se aproveitar, mas Danilo salvou com os pés.
No fim do primeiro tempo, o time mineiro saiu reclamando de um pênalti em jogada de Robinho e Gimenez. A bola pegou na mão do jogador do time catarinense. Na volta do intervalo, os donos da casa conseguiriam a penalidade máxima. Aos 8 minutos, Cleber Santana errou a saída de bola, Ábila foi para a disputa com Danilo, mas sofreu a falta dentro da área. Na cobrança, o mesmo Ábila bateu e o goleiro salvou com o pé direito.
O Cruzeiro acertaria a trave aos 26 minutos. Mais uma vez Ábila teve a oportunidade, mas desperdiçou. A Chapecoense teria a melhor chance aos 45. Gil recebeu livre na esquerda, mas chutou para fora.
O próximo compromisso do Cruzeiro é na Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o time mineiro pega o Corinthians, às 21h45, novamente no estádio do Mineirão, no segundo jogo das quartas de final. Como perdeu em São Paulo por 2 a 1, a equipe do técnico Mano Menezes precisa vencer para avançar às semifinais.
A Chapecoense também volta as suas atenções para outra competição no meio da semana. Nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), o time catarinense vai à Colômbia para enfrentar o Junior Barranquilla, pelas quartas-de-final da Copa Sul-Americana.
Pelo Brasileirão, o Cruzeiro volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Vitória, no estádio do Barradão, em Salvador, às 17 horas (de Brasília). No mesmo dia, mas às 19h30, a Chapecoense receberá o Santos, na Arena Condá, em Chapecó (SC).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia