Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 25 de outubro de 2016. Atualizado às 12h58.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

fluxo cambial

Alterada em 25/10 às 14h02min

Fluxo cambial total está positivo em US$ 2,531 bi em outubro até dia 21, diz BC

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, afirmou nesta terça-feira (25) durante apresentação dos números do setor externo brasileiro, que o fluxo cambial total em outubro, até o dia 21, está positivo em US$ 2,531 bilhões. O resultado deve-se à área comercial, que apresentou fluxo positivo de US$ 1,791 bilhão, mas também à conta financeira, com fluxo positivo de US$ 740 milhões no período.
De acordo com Maciel, o resultado deve-se, em parte, ao processo de repatriação de recursos ao Brasil. Pela lei de repatriação, contribuintes têm até o dia 31 de outubro para regularizar recursos não declarados que estão no exterior.
Para isso, é necessário pagar multa e Imposto de Renda. São estes os recursos que podem, neste mês de outubro, ter ampliado o fluxo de capital para o Brasil. "A entrada no financeiro em 19, 20 e 21 de outubro atingiu quase US$ 1,6 bilhão, o que pode estar refletindo a repatriação", confirmou Maciel.
O chefe do Departamento Econômico do BC também informou que, em função deste fluxo de entrada de recursos no Brasil, a posição vendida dos bancos no mercado à vista de câmbio diminuiu. Em setembro, estava em US$ 35,936 bilhões e, em outubro até o dia 21, atingiu US$ 33,623 bilhões.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia