Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 25 de outubro de 2016. Atualizado às 09h19.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Dólar à vista opera volátil, sob pressão de não rolagem de swaps

O dólar à vista mostra volatilidade nesta terça-feira (25), refletindo o impacto da não rolagem do vencimento de swap de novembro. Existe, no entanto, a pressão de baixa diante da espera por novos fluxos de entrada de repatriação, ao mesmo tempo em que no exterior a moeda norte-americana se mostra mais fraca ante moedas emergentes e ligadas a commodities.

Após a moeda ter fechado a segunda-feira a R$ 3,1174 (-1,33%), o menor patamar desde julho de 2015, o Banco Central decidiu que não vai rolar os contratos de swaps que vencem em 1/11/2016.

Às 9h38min, o dólar à vista no balcão subia 0,01%, a R$ 3,1178. O dólar para novembro cedia 0,24%, a R$ 3,1225.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia