Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de outubro de 2016. Atualizado às 01h11.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado de capitais

Notícia da edição impressa de 10/10/2016. Alterada em 09/10 às 20h54min

Bolsa sobe a 61 mil pontos depois de 25 meses

Apesar do mau humor no mercado externo, o Ibovespa alcançou os 61 mil pontos pela primeira vez em 25 meses nesta sexta-feira, e o dólar caiu ante o real. Os investidores reagiram com otimismo à aprovação, na comissão especial da Câmara, da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que limita os gastos públicos.
Outro motivo que impulsionou o mercado doméstico foi o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o indicador oficial de inflação, de setembro, que ficou bem abaixo das expectativas do mercado e reforçou as apostas de um corte da taxa básica de juros (Selic) ainda neste mês. Os juros futuros e o CDS (credit default swap) brasileiro, indicador de percepção de risco, recuaram.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia