Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 07 de outubro de 2016. Atualizado às 08h23.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado financeiro

07/10/2016 - 08h04min. Alterada em 07/10 às 08h26min

Bolsa de Tóquio cai, à espera de indicador dos EUA e pressionada pelo Brexit

A Bolsa de Tóquio fechou em baixa nesta sexta-feira (7), com os investidores mostrando cautela antes de novos dados do mercado de trabalho dos EUA e, ao mesmo tempo, preocupação com as consequências da planejada saída do Reino Unido da União Europeia.
O Nikkei, que reúne as ações mais negociadas na capital do Japão, caiu 0,23%, encerrando o dia a 16.860,09 pontos. Ao longo da semana, porém, o índice acumulou valorização de 2,49%.
Nos últimos dias, indicadores econômicos positivos dos EUA impulsionaram o dólar ante o iene, assim como os rendimentos dos Treasuries, favorecendo os papéis de exportadoras e de instituições financeiras no mercado japonês.
Hoje, os EUA divulgam seu relatório mensal de emprego, documento que é crucial para as decisões de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano). Vários analistas preveem que o Fed voltará a elevar juros até o fim do ano se a maior economia do mundo continuar dando sinais de recuperação.
Enquanto isso, ressurgiram temores com o impacto do chamado "Brexit", ou seja, o processo de retirada do Reino Unido da UE, que foi aprovado pelo eleitorado britânico em plebiscito realizado no fim de junho. Nesta madrugada, a libra britânica atingiu novas mínimas em 31 anos em relação ao dólar.
Empresas mais expostas à economia britânica foram destaque de baixa em Tóquio hoje. Foi o caso da agência de publicidade Dentsu (-2,7%) e da prestadora de serviços financeiros Hitachi Capital (-3,6%). 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia