Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 13 de outubro de 2016. Atualizado às 00h12.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Patrícia Knebel

Mercado Digital

Mercado Digital

Notícia da edição impressa de 13/10/2016. Alterada em 12/10 às 23h57min

Criaminas

Brenda, mais à frente, lidera o Criaminas

Brenda, mais à frente, lidera o Criaminas


ARQUIVO PESSOAL/DIVULGAÇÃO/JC
Ela tem 19 anos, é cantora de Folk, estudante de Publicidade, trabalha como redatora na Agência Morya e agora quer empoderar o feminismo em campanhas publicitárias. Brenda Bandeira está liderando o Criaminas, uma espécie de agência de publicidade formada por um grupo de cerca de 30 alunas da Faculdade de Comunicação Social (Famecos) da Pucrs. "Queremos mostrar a realidade vista pelos olhos da mulher. Se isso acontecesse, um comercial de absorvente não teria pássaros cantando e uma personagem de vestido andando feliz pelas ruas; e as campanhas de cerveja e dos times de futebol exibiram meninas bebendo cerveja e torcendo pelos seus clubes, pois é isso que acontece na realidade", pontua a jovem. Poucos dias depois de lançada a ideia, a Criaminas já conquistou um apoiador: a marca de cuecas D'uomo, para a qual elas prepararam uma ação com o conceito "D'uomo, dizem que é pra eles. A gente discorda". Para divulgar os conteúdos que estão sendo produzidos e chamar elenco para as produções, a aposta é nas redes sociais. Quando elas anunciaram, por exemplo, que iriam fazer uma campanha para o Outubro Rosa, que estimula as mulheres a fazerem o autoexame das mamas, mais de 300 quiserem participar. "Na página www.facebook.com/criaminas, as ideias nascem e, com o compartilhamento, atingem mais pessoas a cada dia", comemora Brenda.
Novas tecnologias
Produtividade, manufatura 4.0, integração homem-máquina, realidade virtual e inteligência artificial são alguns dos temas que serão abordados na segunda edição do ano do GUDay, evento promovido pela Sucesu-RS e pelos Grupos de Usuários (GUs) no dia 25 de outubro, em Porto Alegre.
Indústria papeleira
A CMPC Celulose Riograndense, companhia gaúcha especializada no mercado de celulose de fibra curta de eucalipto, adotou a tecnologia da Cisco para suportar a ampliação da sua produção. A empresa implementou novas redes cabeadas, Wi-Fi e sistemas de gerenciamento para a conexão de dados, voz, vídeo e automação de máquinas de sua nova fábrica.
Peixe no celular
A versão mobile do Peixe Urbano vai de vento em popa. No primeiro semestre de 2016, as vendas por notificações via push foram quatro vezes maiores que no mesmo período do ano passado. Pela primeira vez na história da operação, mais de 50% dos cupons de ofertas locais comprados pelos apps em setembro foram usados no mesmo dia. Isso comprova a migração bem-sucedida do modelo de negócios (pós-aquisição da chinesa Baidu) de site de compras coletivas para marketplace.
Acelera energia
A AES Brasil Inovação lançou uma chamada pública para aceleração de projetos com foco em energia. A ideia é apoiar o desenvolvimento de produtos ou modelos de negócios ligados à áreas como eficiência energética, veículos elétricos e Internet das Coisas (IoT).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia