Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de setembro de 2016. Atualizado às 11h53.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Câmara de Porto Alegre

Notícia da edição impressa de 16/09/2016. Alterada em 15/09 às 21h20min

MP realiza buscas em gabinete e casas de Mário Manfro

Manfro passou por PSDB, Rede e está no PTB

Manfro passou por PSDB, Rede e está no PTB


JONATHAN HECKLER/JC
O Ministério Público (MP) cumpriu, na manhã desta quinta-feira, junto com o Batalhão de Operações Especiais da Brigada Militar (BOE), a chamada Operação Partilha, cumprindo mandados de busca e apreensão para o gabinete, o consultório e duas casas relacionadas ao vereador Mário Manfro (PTB). Manfro é acusado de cobrar R$ 300,00 mensais de pessoas que indicava para vagas no Executivo.
A ação foi coordenada pelo promotor Nilson Rodrigues Filho. Foram apreendidos documentos e telefones, além do computador de seu gabinete. Até o fechamento desta edição, o vereador não havia sido localizado.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Vinícius 20/09/2016 16h20min
Este vereador é um dos pouco que trabalha por Porto Alegre,foram adversários políticos que armaram e estão tentando derrubar ele.